Blog de Notícias de BARRA MANSA


Siga-nos e receba notícias e assuntos de interesse das cidades






Caminhoneiro morre ao atingir casa na RJ-155, em Barra Mansa

O motorista de um caminhão guincho morreu ao atingir uma casa na sexta-feira (20), na RJ-155 (Rodovia Saturnino Braga), em Barra Mansa. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), ele perdeu a direção do veículo, saiu da pista e bateu contra a ...

Comarca de Barra Mansa é elevada a entrância especial

Barra Mansa, Itaboraí e Magé. Para o desembargador e especialista no Código de Organização e Divisão Judiciária do Estado do Rio de Janeiro, Claudio Brandão de Oliveira, outro ponto importante do novo texto é o que trata da estrutura ...

Últimas notícias de BARRA MANSA RJ:


Drogas são encontradas dentro de guarda-roupa em Barra Mansa, RJ Um homem de 37 anos foi preso com drogas e uma arma na noite de quinta-feira (18) em Barra Mansa, no Sul do Rio de Janeiro. Segundo a Polícia Militar (PM), ele estava em uma casa na Rua São João Batista, na Vila Coringa. Ainda de acordo com os agentes ...
SENAI Angra e Barra Mansa arrecadam mais de 20 toneladas de alimentos Iniciativa, que tem a maior arrecadação desde 2002, vai beneficiar 64 famílias e 15 instituiçõe s filantrópicas dos dois municípios Rio de Janeiro - Cerca de 2.250 alunos do SENAI Angra dos Reis e Barra Mansa se mobilizaram para uma gincana de ...
Projeto Música nas Escolas leva jazz à praça da Igreja Matriz de Barra Mansa A Orquestra de Jazz do Projeto Música nas Escolas, apoiado pela CCR NovaDutra, encerra sua temporada de 2014 nesta quinta-feira (18), na praça da Igreja Matriz de São Sebastião, em Barra Mansa (RJ). A apresentaçã o gratuita acontece às 12h.

Projeto Música nas Escolas leva jazz à praça da Igreja Matriz de Barra Mansa A Orquestra de Jazz do Projeto Música nas Escolas, apoiado pela CCR NovaDutra, encerra sua temporada de 2014 nesta quinta-feira (18), na praça da Igreja Matriz de São Sebastião, em Barra Mansa (RJ). A apresentaçã o gratuita acontece às 12h.

Pra quem vai na farmácia aqui de BARRA MANSA: os remédios SIMILARES são a mesma coisa que os de MARCA ?

A Anvisa estabeleceu, nesta segunda-feira (13), os procedimentos e requisitos necessários para que o medicamento similar possa substituir o medicamento de referência.

A medida foi oficializada por meio da publicação da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) Nº 58/2014 no Diário Oficial da União.

Pela nova regra, os similares que já tenham comprovado equivalência farmacêutica com o medicamento de referência da categoria poderão declarar na bula que são substitutos ao de marca.

A medida poderá ser adotada pelos fabricantes a partir de 1º de janeiro de 2015 e terão 12 meses para fazer a alteração nas bulas. A Anvisa também vai manter uma lista atualizada dos similares intercambiáveis para orientar médicos, farmacêuticos e pacientes sobre quais produtos possuem equivalência já comprovada na Agência.

Similares e Referência

A determinação de equivalência dos medicamentos similares é possível devido a determinação da Anvisa de que todos os produtos desta categoria comprovassem que são iguais aos medicamentos de referência.

Em 2003, a Agência publicou a resolução RDC 134/2003, determinando um calendário de 10 anos para a adequação e a apresentação dos testes de biodisponibilidade relativa e equivalência farmacêutica.

Estes testes comprovam que o medicamento similar possui o mesmo comportamento no organismo (in vivo), bem como as mesmas características de qualidade (in vitro) do medicamento de referência.

Até o final de 2014, todos os medicamentos similares do mercado serão tecnicamente iguais aos produtos de referência. Para ser considerado intercambiável o medicamento deve apresentar um dos três testes: bioequivalência, no caso dos genéricos; biodisponibilidade, para os similares; e bioisenção, quando não se aplicam nenhum dos dois casos anteriores. Na prática, o objetivo destas três análises é o mesmo, comprovar a igualdade dos produtos.

Diferenças entre as três categorias de medicamentos

medicamento de referência é inovador, registrado na Anvisa e comercializado no país, cuja eficácia, segurança e qualidade foram comprovadas cientificamente. A eficácia e segurança do medicamento de referência são comprovadas através de apresentação de estudos clínicos.

medicamento similar é aquele que contém o mesmo ou os mesmos princípios ativos, apresenta mesma concentração, forma farmacêutica, via de administração, posologia e indicação terapêutica, e que desde 2003 passou a comprovar a equivalência com o medicamento de referência registrado na Anvisa. Hoje representam 24% do mercado nacional.

medicamento genérico é aquele que contém o mesmo princípio ativo, na mesma concentração, forma farmacêutica, via de administração, posologia e com a mesma indicação terapêutica do medicamento de referência. Já é intercambiável pela norma atual e respondem, hoje, por 37% do mercado nacional.

[8]